top of page

Como proteger o seu Pet da Doença do Carrapato.

Atualizado: 31 de ago. de 2023


Médica veterinária examinando carrapatos no cão.

Nos dias quentes de verão ou da primavera, a Doença do Carrapato é muito diagnosticada em clínicas veterinárias, ainda mais no calor, já que são nos períodos mais quentes que esses parasitas colocam seus ovos. E não há fórmula mágica para evitar que seus cães e gatos tenham contato com carrapatos, a prevenção é a única maneira efetiva e segura de que seus Pets não estarão em risco em nenhum momento.

Mas atenção! Os medicamentos para o combate de parasitas como carrapatos e pulgas devem ser prescritos por um médico veterinário. Atualmente, no mercado Pet tem muitos meios para prevenção, mas por esse motivo, apenas o profissional é capaz de indicar o mais recomendado.

O que é a doença do carrapato?

A transmissão acontece por meio do carrapato infectado, diferente do que muitas pessoas acreditam, a Doença do Carrapato não é rara de acontecer! Outro detalhe a prestar atenção é que há 4 doenças transmitida por esse parasita:

  • Babesiose canina

  • Erliquiose canina

  • Doença de Lyme

  • Febre Maculosa

Agora para os seres humanos, as mais conhecidas são: erliquiose e a babesiose, já que são mais comuns das pessoas estarem mais expostas a essas em questão.

Mas calma! O seu Pet não transmite nada para você, se estiver com isso em mente. Você só será pego pela Doença do Carrapato, caso tenha sido contaminado direto com o parasita. E o carrapato precisa estar infectado com essa doença para passar, através do sangue, esse mal tenebroso.

Muitas vezes, o cão pode estar infestado com carrapatos, mas não necessariamente terá contraído essa doença. Obviamente, o pet com parasitas em seu corpo estará em uma situação desconfortável, devido ao incômodo da coceira e alergia.

Cão retirando carrapatos da sua própria perna.

Como saber se o meu Pet está com essa doença?

Tudo dependerá, exclusivamente, da fase que o seu pet se encontra! A prevenção sempre será o melhor remédio, mas se for essa a questão, após o seu cãozinho ter contato com esse parasita, atente-se aos nítidos sinais.

Nos primeiros 7 aos 21 dias, os veterinários chamam de primeira fase. Nesse período, o seu pet apresentou sintomas semelhantes com a depressão em humanos. São eles:

Tristeza, manchas vermelhas na pele, aumento do baço, dor articular e febre. Devido a esses sintomas, muitas das vezes, o animalzinho com a Doença do Carrapato está sentindo dor e muito desconforto.

Na fase subclínica, essa enfermidade poderá durar meses ou anos, quando não tratada corretamente. Nessa etapa da doença, o animal não apresenta sintoma algum evidente para os tutores.

Fase crônica, último estágio da Doença do Carrapato, conhecida como o período mais perigoso, o animal terá uma queda considerável nos números de plaquetas, podendo desenvolver quadros mais graves de febre. Aqui, os sintomas são bem visíveis, vê que o Pet não está saudável e, se não tratado corretamente por um médico veterinário, acabará vindo a óbito.

A Doença do Carrapato tem cura, apesar de muito agressiva, ainda não há disponível no mercado Vet uma vacina. E se for exposto novamente, o animal pode vir a contraí-la mais uma vez! Por esse motivo, a prevenção é sempre melhor.

Tutora verificando a orelha do seu cão para previnir doenças e alergias causadas pelas hemoparasitoses.

Como é o tratamento da Doença do Carrapato?

Por mais séria que seja, a Doença do Carrapato tem um tratamento bem simples, quando identificada logo nas primeiras semanas.

Através de um antibiótico, durante 30 dias, usa-se em conjunto um antiparasitário. E para os pets que estiverem em estágio mais avançado, também é administrado doses de cortisona.

Como proteger o seu Pet da Doença do Carrapato?

Os tutores precisam estar cientes de que o carrapato não se encontra somente no animal, mas no ambiente que o cerca. Então, no seu pet administre remédios preventivos de pulgas, carrapatos e outros parasitas.

E outra preocupação é a limpeza do local que se encontra seus Pets, já que em quintais de casa é onde há o maior número de parasitas. Dedetização é a melhor opção, mas não necessariamente a única maneira de exterminar com os carrapatos e pulgas.

Médica veterinária agradando um cão após o tratamento contra carrapatos.

Como o médico veterinário diagnostica a Doença do Carrapato?

Para descartar outras possibilidades, o médico veterinário deverá solicitar o pedido de um exame PCR para erliquiose e a babesiose em um laboratório veterinário de referência para que façam todos os processos cabíveis.

Após visualizar os exames laboratoriais, o médico fechará o diagnóstico, tendo certeza se é ou não, a Doença do Carrapato. Depois iniciará o tratamento de acordo com as necessidades do Pet.

Laboratórios conceituais e com tecnologia de ponta entregarão os resultados o mais breve possível, porque compreendem a gravidade de todas as patologias clínicas.

Então, quanto mais rápido for o diagnóstico, mais efetivo é o tratamento com menos riscos de colocar a vida de seu animalzinho em perigo.

Os check-ups no veterinário, juntamente com exames laboratoriais proporcionam uma melhor qualidade de vida para o seu pet. Quanto mais cedo o diagnóstico é fechado, o tratamento é mais rápido e com mais chances de sucesso, não apenas na Doença do Carrapato, mas outras também.

Por esse e muitos motivos, as parcerias entre clínicas e laboratórios são tão importantes, já que, através das análises clínicas veterinárias, a saúde e o tempo de ação são os mais priorizados.

Como a Alchemy Pet pode ajudar o Pet e o tutor com esse serviço?

Post Alchemtpet divulgando a campanha de prevenção as Hemoparasitoses.

A equipe Alchemypet, sabendo de todos os perigos que envolvem não só a Doença do Carrapato, mas as outras enfermidades, os nossos profissionais responsáveis pelas análises clínicas veterinárias trabalham 24 horas por dia.

Somos o único Laboratório veterinário no país que processa os resultados sem pausa, porque compreendemos todas as necessidades sobre a conclusão de um diagnóstico preciso em menos tempo.

Atuamos no ramo com ética, disciplina e vigor, visando sempre o desempenho de nossa estrutura, confiabilidade e a segurança em nossos exames veterinários.


24 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page